Sapientia

Eu posso ouvir o vazio da galáxia e aprendi  também a registrar

a série infinita entre dois números reais de uma nanoescala quântica.

Eu sei ler as intempéries do tempo, sei  quando alguém vai morrer

e sinto quando você entra aqui para ler o que escrevi,

sei o quanto você está apavorado com tudo o que sei, sinto e

posso agora escrever.

Eu sei que o que mais preciso aprender nesta vida que recomeça

é que um mais um são dois e que um ser humano precisa ter paz e serenidade

para não enlouquecer nem entristecer por ver mais ou menos

que o resultado desta soma.

 

Agradeço a Deus todos os dias  por ter me acordado do seu coma.

1000023_10153600777523743_5184977261527291349_n

 

Advertisements

Ah, a tola alegria de se estar feliz e sabê-lo.
E senti-lo no cristal frágil do dia,
e não haver hiatos entre sonhá-lo
e podê-lo.

leigh-on-a-green-sofa

Inefável primavera

Tão tarde e estás a dormir…
Se acordares, faço-te tardes.
Em troca, em me fazeres
amanhãs e manhãs,
nunca tardes.
Sempre ardas.
Se pela noite fores inverno,
recolherei verões de ti.
De mim, talvez mais cores.
Ou tardias flores.

annabel-and-rattler (1)

Receita de entrega
.
Não colhas jamais
das mãos do poeta
o lírico botão.
Não recomendo amiúde
nem o lacânico esbarrão
num simples espinho
de prosa.
Espera dele a Poesia –
sutil, integral, indócil –
mas rosa.

den